Cirurgias

Plástica das Mamas


         
As glândulas mamárias representam um dos principais elementos da feminilidade. Alterações do seu formato ou tamanho, muitas vezes, requerem correções. Estas, além de proporcionar um ganho estético e melhorar a auto-estima nas pacientes com grandes aumentos, também irão aliviar prováveis dores na coluna.            Durante a consulta avaliamos o desejo da paciente e orientamos, baseados no tipo de mama que ela apresenta, quais os resultados que poderemos obter assim como quais as cicatrizes que serão necessárias: no formato de um ‘T’ invertido, apenas vertical ou somente ao redor das aréolas ( Fig 1).   
 
         
A cirurgia, em linhas gerais, consiste na retirada do excesso de pele e de glândula nos casos que necessitam de redução (Fig 2). Naqueles que apresentam apenas flacidez, só iremos retirar o excesso de pele.
 
 
         
Após a retirada dos excessos de pele e / ou de glândula, faremos a montagem interna das mamas para darmos uma forma projetada (“empinada”) às mesmas, além de posicionarmos a aréola e o mamilo num local mais acima de onde estavam (Fig 3).
 
 
         
O resultado final sob o aspecto visual se estabelece após 2 a 3 meses, conferindo linhas suaves e contornos naturais às mamas corrigidas (Fig 4).
 
 
         
Habitualmente, não usamos drenos. O pós-operatório é indolor ou apenas com leves incômodos, e o retorno às atividades de trabalho é após 15 dias.
 

Cadastre seu e-mail para receber artigos e informações sobre cirurgia plástica.

e-mail: cadastrar remover cadastro    OK